101kv

A crise de chips que afeta a indústria automotiva nos últimos anos deve permanecer em 2023. É o que afirma o diretor de compras da Volkswagen, em entrevista ao site Automotive News Europe.

“No geral, a situação melhorou, mas apenas em pequenos passos”, disse ele.

“Os investimentos estão agora em um bom caminho, mas provavelmente ainda haverá um déficit estrutural de semicondutores até 2023”, completa.

Askel também explicou o que temos visto nas cadeias de abastecimento nos últimos dois anos é o novo normal. “E com as novas questões geopolíticas, vai ficar mais complexo e desafiador”.

Confira abaixo duas matérias para entender o cenário da crise dos semicondutores e como fica o mercado:

Crise dos chips, guerra, eletrificação: do carro popular os carros de elite, cada vez mais caros

Crise dos chips: entenda por que faltam carros zero no mercado e os preços dos usados dispararam

MAIS NA 101kv:

+ Avaliação: Mitsubishi Pajero Sport é SUV com sabor original
+ SUVs lideram ranking de carros novos mais buscados online
+ Auxílio Caminhoneiro: 3ª parcela será paga em setembro; veja o calendário
+ Licenciamento de veículos em SP: confira o calendário de vencimento
+ Nova geração do Mitsubishi ASX fica com cara de Renault Captur
+ Avaliação: Mercedes-Benz CLA 250 anda bem e consome pouco
+ Yamaha lança Fazer FZ15 ABS 2023 a partir de R$ 16.990
+ Novo Mercedes AMG C 63 S E Performance é um híbrido de 680 cv
+ Comparativo de Carros Elétricos: Peugeot e-208 GT vs. Mini Cooper SE vs. Fiat 500e vs. Renault Zoe
+ Comparativo: Jeep Commander vs. Caoa Chery Tiggo 8
+ Segredo: o novo Renault Duster e seu irmão maior, Bigster
+ Teste rápido: Andamos no Fiat Fastback; leia as nossas primeiras impressões
+ IPVA SP para PCD: será possível utilizar laudos anteriores para isenção

101kv Mapa do site